AM General irá deixar de fornecer o HUMVEE para o exército norte-americano

O Exército dos EUA planeja gastar para o ano de 2011 o equivalente a US$ 31 bilhões em novos veículos blindados e aeronaves, mas não pretende investir em novos veículos da AM General fabricante do Humvees que também fabricava a versão civil chamada de Hummer H1 que substituiu no inicio dos anos 80 o famoso JEEP usado na II Guerra Mundial.

O US Army recebeu seus últimos Humvees este ano e vai continuar mantendo sua frota de dezenas de milhares de veículos utilitários que entraram em serviço no meio da década de 1980.

Os militares americanos, alteraram as especificações exigidas para o futuro veículo de alta mobilidade do exército (JLTV – Joint Light Tactical Vehicle) que vai substituir o Humvee. Os primeiros Humvees sem blindagem foram sendo adaptados para múltiplas missões, tendo chegado ao ponto de se transformar no mais importante veículo blindado de vigilância presentemente em operação no Iraque.


No Iraque o Humvee passou a ser um veículo blindado que deveria dar proteção aos seus ocupantes. Várias adaptações e alterações foram surgindo com os anos e o Humvee viu a blindagem crescer, com a adaptação de uma rude e pouco eficaz proteção e também o acréscimo de torres equipadas com metralhadoras ou lança granadas.

Mas os problemas acabaram sempre por aparecer, pois o veículo não é suficientemente grande para as funções que lhe destinaram. O compartimento do motor não permite grandes mudanças e o Hummer ressente-se com os pesos que cada vez vão sendo maiores à medida que novas adaptações vão sendo lançadas.

A utilização de motores que recorrem a compressão é desaconselhada no deserto por várias razões, entre as quais a do problema de aquecimento elevado. O aumento do peso e da blindagem, também reduziu o espaço interno, quando em situações como as do Iraque e do Afeganistão as patrulhas são muitas vezes longas e há que reservar espaço para transportar água para os militares, juntamente com novos sistemas de pontaria, rádios para comunicação e intercomunicação além de armamentos e munições.

Tendo estes problemas em mente os militares do exército americano estão a especificar um novo Humvee, com dimensões e capacidades de carga superiores, onde o veículo básico deverá ter capacidade para transportar entre 2500 a 3000Kg conforme as versões, quando o atual Humvee pode transportar até 1500Kg.

Os militares fizeram várias exigências, entre as quais a necessidade do motor ter um gerador para produzir energia elétrica durante longos períodos, para permitir às forças e ficar completamente independentes de falhas na rede de energia. O veículo também tem que ter capacidade para transportar mais munição.

A segurança dos soldados é ponto mais importante e o novo veículo deverá ter portas especiais que não encravem quando o veículo é atingido ou deformado, um sistema automático anti-incêndio e reforços adicionais da carroçaria, destinados e reduzir a quantidade de estilhaços produzidos por uma explosão quando o veículo é atacado. O veículo deverá vir de fábrica com um kit de proteção de nível A (Proteção para metralhadora até 14.5mm) com capacidade para a utilização futura de um kit de nível B.

Foi exigido que todas as novas versões tenham componentes comuns entre eles e que sejam facilmente intercambiáveis. O veículo terá que ter capacidade para continuar em movimento mesmo com dois pneus furados. Esta capacidade de resistência é também exigida para perfuração de balas no tanque de combustível, depósito de óleo do motor ou sistema de arrefecimento.

A manutenção dos veículos deverá ser possível com o auxilio de meios eletrônicos de monitorizarão e diagnostico de avarias que deverá estar incluídos. O veículo deve poder ser transportado em aeronaves a partir do C-130 e deverá poder ser lançado de pára-quedas.

Várias empresas têm aparecido no mercado com vários tipos de veículos, uns que se adaptam às necessidades, outros que podem ser modificados e alterados para permitir a sua adequação à especificação.

Estão em estudo para apresentação, versões melhoradas do próprio Humvee, ao mesmo tempo que empresas especializadas em viaturas militares de transporte como a OSHKOSH se preparam para apresentar versões derivadas dos seus caminhões.

Entre os potenciais veículos que deverão concorrer ao concurso que deverá decidir a compra de cerda de 16.000 unidades, está o Navistar BAE systems, Textron Boeing, AM-General GDLS e o Armor Holdings Lockeed Matin, porem o mais cotado é o Oshkosh 2.244 M-A TV.

Os problemas detectados pelos norte-americanos foram já quantificados por exércitos europeus, que têm vindo a adquirir veículos mais pesados que o Hummer e com maior capacidade para transporte, blindagem, potência, mobilidade e mesmo proteção passiva.

FICHA TÉCNICA HUMVEE 1043 A2 (Sem blindagem e acessórios)

Fabricante: AM General LLC
País: Estados Unidos
Tripulação: 4 homens
Comprimento: 4,84m Altura: 1,88m
Largura: 2,16m
Peso vazio: 3.295kg
Motor: GM Diesel V8, 6,5 litros, 160Cv, refrigerado a água
Transmissão: GM 4L80E, automática de quatro velocidades, sempre 4×4
Suspensão: Independente por molas helicoidais e amortecedores hidráulicos de efeito duplo
Pneus: Tipo Run-Falt 36×12,5-16,5 Velocidade máxima: 135km/h em estradas e 50km/h no campo
Aceleração: de 0 a 48km/h em 7 segundos; 0 a 80km/h em 20 segundos.
Sistema Elétrico: 24/12 volts, 200Amp
Autonomia: 563km.
Capacidade de combustível no tanque: 93 litros de Diesel
Rampa máxima: 60%
Lateral máxima: 40%
Vaus: sem preparação: 0,76m; com preparação: 1,52m


Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s