Formula 1 – Q3

Quinto colocado no Mundial de Pilotos, Vettel mira a liderança do campeonato.

Lewis Hamilton quebrou a hegemonia de poles da Red Bull no Canadá, mas já neste fim de semana a equipe austríaca tratou de mostrar que é ela quem domina os sábados da temporada 2010. Em Valência (Espanha), Sebastian Vettel marcou 1min37s587 e terá o privilégio de sair na frente no GP da Espanha.

Parceiro de time do alemão, Mark Webber será o segundo colocado neste domingo. Além da evidente vantagem em ser o primeiro no grid de largada, Vettel consegue com este resultado igualar o número de poles do australiano neste campeonato: agora, são quatro para cada lado.

Com as dificuldades de se ultrapassar na pista de rua espanhola, eles são favoritos para quebrar o domínio brasileiro em Valência – em 2008, ano de estreia do circuito, a vitória lá ficou com Felipe Massa, enquanto no ano passado Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada em primeiro lugar.

Hamilton será o terceiro colocado, seguido pelo dono da casa Fernando Alonso. Felipe Massa, por sua vez, conseguiu assegurar a quinta colocação, logo à frente de Robert Kubica. Jenson Button sairá em sétimo.

A decepção ficou por conta da Mercedes. Depois de liderar a primeira sessão de treinos livres, na manhã de sexta-feira, Nico Rosberg não conseguiu ir além do 12º lugar no treino classificatório. Para Michael Schumacher, a situação foi ainda pior: depois de quase cair ainda no Q1 devido a uma peça supostamente mal colocada, ele terminou na 15ª posição – trata-se da pior colocação do alemão em um grid desde que ele voltou à Fórmula 1.

A Force India também não foi bem e viu Adrian Sutil em 13º e Vitantonio em 14º. Melhor para a Williams, que mostrou evolução com as atualizações aerodinâmicas e voltou a colocar seus dois carros entre os dez melhores. Com exatamente o mesmo tempo, 1min38s428, Nico Hulkenberg sairá do 8º lugar, logo à frente de Barrichello, que ficou para trás por ter feito sua volta rápida mais tarde que o alemão.

Di Grassi à frente de Glock

Sair na penúltima fila em um GP de Fórmula 1 pode estar longe de ser um grande resultado, mas Lucas di Grassi tem motivos para comemorar sua 21ª colocação no treino classificatório. É que pela primeira vez desde que estreou na Fórmula 1, ele largará à frente de seu companheiro de Virgin Racing, Timo Glock.

Lucas foi apenas 0s056 mais rápido que o experiente alemão, o suficiente para quebrar uma série de oito “derrotas” em classificatórios nesta temporada. “Eu ainda não tenho o mesmo carro que meu companheiro de equipe, mas consegui sair à frente dele. Estou satisfeito com o meu treino”, comemorou o paulista, à TV Globo pouco depois de sair do carro.

Por outro lado, Bruno Senna não teve desempenho semelhante e perdeu outra batalha contra Karun Chadhok na Hispania. Desta forma, o sobrinho de Ayrton Senna será o 24º colocado e lanterninha do grid, logo atrás do asiático.

A Lotus, que comemora neste fim de semana completa a marca de 500 GPs disputados, foi a melhor escuderia entre as novatas, mas não foi além de um 19º lugar para Jarno Trulli e 20º para Heikki Kovalainen.

_____________________________________

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s